Inteligência em gestão de inventários e gerenciamento de estoque.

Saiba como calcular o giro de estoque e porque ele é um dos melhores indicadores de qualidade do seu estoque

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
giro de estoque

Calcular o giro de estoque corretamente é muito importante para analisar o desempenho de seu estoque, uma vez que este mede sua qualidade de forma padronizada e pode ser aplicado independente do tamanho da empresa.

Nem sempre ditados populares como “melhor sobrar a faltar” ou “quem guarda sempre tem” podem ser aplicados no mundo da Administração. Isso porque o estoque é a alma de qualquer negócio que comercialize produtos. Entretanto, é consenso geral que este setor precisa ser muito bem dimensionado para garantir o sucesso de qualquer empreendimento. Deslizes na hora de fazer o cálculo do giro de estoque, nesse quadro, podem ser fatais: um estoque menor pode ocasionar perda de vendas por falta de produtos, isso porque quanto menor é um estoque, menor é a necessidade de capital imobilizado. Mercadorias a mais, por outro lado, podem representar muito dinheiro parado.

Giro de Estoque – Uma ferramenta para o controle de estoque

giro de estoque

O rastreamento do giro de estoque ajuda a gerenciar melhor os produtos da empresa com base na frequência das vendas. Também favorece uma gestão mais eficaz, com foco na redução de custos e no aumento da lucratividade. Neste artigo iremos falar sobre o conceito de giro de estoque, como calcular e exemplos de giro de estoque.

Antes de mais nada precisamos entender que Giro de Estoque é uma espécie de parâmetro no qual o objetivo é determinar o desempenho do seu estoque. Resumindo, o objetivo dessa ferramenta é descobrir o quanto de produtos foram vendidos e quantas vezes o estoque foi reposto em um determinado período.

Tudo o que você precisa saber sobre o Giro de Estoque é que ele surgiu basicamente para lhe ajudar a compreender se os seus investimentos em mercadorias estão surtindo algum efeito ou não estão valendo de nada.

Uma excelente gestão do capital de giro é importante porque garante escalabilidade por meio de investimentos em tempos de prosperidade; Em tempos de recessão, garante estabilidade sem afetar a reposição de estoques.

Agora quero que veja a grande vantagem por trás disso tudo!

Mas você sabe o que é giro de estoque?

Também conhecido como rotatividade de estoque, rotação de estoque e rotação de inventário, este método de gestão avalia a quantidade média do número de vezes que o estoque é vendido ou usado em um período de tempo, como por exemplo: um ano.

O giro de estoque é o número de vezes que um produto ou mercadoria é reposto. A velocidade nesse giro é que determina a quantidade vendida em certo período do estoque mantido. O indicador é considerado a melhor ferramenta para que um empreendedor avalie o desempenho de seu estoque, uma vez que mede sua qualidade de forma padronizada e pode ser aplicado independente do porte da empresa.

Vale destacar que, em geral, o cálculo de giro de estoque é bem simples: basta somar tudo o que foi vendido e dividir pelo que se tem no estoque.

Se uma loja de calçados vendeu 40 botas ao longo do ano e o estoque médio é de 10 pares em estoque, por exemplo, é só dividir o número de vendas (40) pela quantidade do estoque (10) para saber quantas vezes o estoque girou. No exemplo, o resultado foi 4, o que representa o número do giros do produto no período.

Já para saber o tempo médio de giro do estoque, é só dividir o número de dias em um ano pelo número de giros. Dividindo 365 dias por 4 giros, temos 91,25 dias. Ou seja, a empresa renovou seu estoque de botas em média 4 vezes ao ano e a cada 91,25 dias.

É uma ferramenta muito flexível, podendo ser moldada de acordo com as necessidades do gestor, ela pode ser usada para avaliar a quantidade de giros por quantidade ou por valores, além de poder ser usada para saber os giros de um determinado mês, anos ou semanas.

Por exemplo em uma loja com um estoque de 100 peças, que são vendidas em 1 mês, o giro de estoque em um ano seria de 12 vezes. Cada vez que se repõe o estoque é contado como um giro.

rotatividade de estoque

Para o que serve o Giro de Estoque

Um Estoque Mais Assertivo e Econômico – Isso significa que o Giro de Estoque pode lhe ajudar a compreender quais mercadorias saem mais e qual saem menos, dessa forma é possível que você identifique qual delas pode ter um investimento maior em detrimento de outras.

Da mesma forma que a rotatividade de Estoque te ensina a acertar na reposição de estoque, automaticamente ele também lhe ajuda na economia de recursos, visto que você não vai mais ficar desperdiçando dinheiro e espaço no seu almoxarifado com produtos que não lhe rendem nenhum tipo de lucro ou coisa parecida.

“No controle de estoque o equilíbrio é fundamental para aumentar os lucros e reduzir os custos”

A importância do Giro de Estoque

A importância do  giro de estoque para uma empresa é que ele é um indicador de desempenho. É muito usado pela gestão de estoque, pois com ele é possível identificar quais são os produtos que tem maior saída no estoque e quais têm a tendência de ficarem encalhados nas prateleiras, assim o giro de estoque é uma ótima ferramenta para que o gestor de estoque planeje suas estratégias a fim de aumentar as vendas e lucros e reduzir os custos com estoque parado e realizar as tomadas de decisões de modo mais eficiente.

Podemos nos deter em 2 fatores de desempenho muito importantes. O primeiro fator é a compra de produtos. Se quantidades maiores de estoque forem compradas durante o ano, a empresa terá que vender quantidades maiores de estoque para melhorar seu faturamento. Se a empresa não puder vender esses volumes maiores de estoque, implicará em custos como custos de armazenamento e custos de manutenção. O segundo fator são as vendas – as vendas devem coincidir com as compras de estoque, caso contrário o estoque não será efetivado. É por isso que os departamentos de compras e vendas devem estar em sintonia uns com os outros.

Onde usar o Giro de Estoque?

Essa ferramenta é uma métrica calculada que pode ser usada por diversos setores da empresa como almoxarifado, compras, vendas e controle de estoque.  Não leva em conta o tipo de estoque e de mercadorias, nem preços nem quantidades, pode ser usada para calcular a rotação de qualquer tipo de estoque.

giro de estoque

Informações para o cálculo

Quanto mais informações tiver o gestor, melhor será o dimensionamento do estoque. É preciso analisar o histórico de vendas da loja por produtos e época do ano, dentre outras variáveis. O prazo de entrega dos fornecedores também é um bom parâmetro: quanto mais curto ele for, menor pode ser o estoque. Outra dica é manter um controle rígido de qual mercadoria entrou, qual saiu e suas respectivas quantidades. O segredo, desta forma, é manter o equilíbrio entre as mercadorias acumuladas (sem procura ou demanda) e as outras que não estão no estoque. O controle dos produtos pode ser realizado por planilhas de movimentação de mercadorias ou, de forma mais otimizada, por sistemas de controle de estoque online. A última opção é mais completa, uma vez que permite ao gestor ter um inventário geral de seus produtos, além de controlar as compras, emitir Nota Fiscal, cadastrar mercadorias, registrar a movimentação da transportadora, de fornecedores e outros dados importantes em um único lugar e sem complicação. Manter controles paralelos, inclusive, pode gerar confusão de informações e perda do controle.

Como calcular o Estoque médio?

Antes de começar a calcular o giro de estoque, precisamos saber qual é o  Estoque Médio da empresa, esse cálculo é feito geralmente no inventário de estoque anual porque a mercadoria de muitas empresas flutuam muito ao longo do ano. Por exemplo, uma empresa pode comprar uma grande quantidade de mercadorias em 1º de janeiro e vendê-las pelo resto do ano. Até dezembro, quase todo o estoque é vendido, mas o saldo final não reflete com precisão o estoque real da empresa durante o ano. Assim, o estoque médio é geralmente calculado adicionando o estoque inicial e final e dividindo por dois. Segue a formula para calcular o estoque médio.

estoquemedio img calcular o giro de estoque

Como calcular o Giro de Estoque por quantidade

Como sabemos o giro de estoque é a quantidade de vezes que o estoque precisou ser reposto em um determinado tempo. Segue o Passo a passo para o cálculo do giro de estoque

  1.  Determinar o Estoque Inicial e o Estoque Final;
  2.  Determinar o Estoque Médio
  3. Determinar a período a ser analisado;

Mas antes de levantar os valores, será necessário definir o período que será analisado. Podendo ser um mês, uma semana ou qualquer que seja o período da análise.

Segue um breve exemplo: Uma empresa registra dentro de um ano a venda de 1.000 produtos. Considerando que o estoque médio da firma, aquele volume de estoque que fica permanente dentro do inventário, é de aproximadamente 200 produtos.

Então, o cálculo ficaria assim;

Giro de Estoque = 1.000/200

Giro de Estoque = 5

Dentro do período de um ano, o estoque da empresa se renova ao menos 5 vezes.

Sabendo dessas informações o setor de compras poderá se antecipar e comprar os produtos de maneira mais eficaz podendo ser compras maiores para atender a demanda ou compras menores para que os produtos não fiquem estocados por muito tempo.

Calcular o giro de estoque

Como calcular o Giro de estoque por valores

Os valores de estoque inicial e final podem ser obtidos nos balanços patrimoniais no início e no final do período de tempo.

  1. Determine o custo das mercadorias a partir do resultado de seu inventário anual.
  2. Adicione os valores de seu estoque inicial ao seu estoque final.
  3. Divida a soma do estoque inicial e final ao meio para calcular o estoque médio.
  4. Calcule o giro do estoque dividindo o custo dos produtos vendidos pelo estoque médio.

Um Exemplo do calculo do giro de estoque por valores de um atacadista 

Um atacadista que tem um estoque de R$ 20.000 e possui um volume de vendas de R$100.000 por ano, podemos entender que o giro de estoque deste atacadista é de 5 giros.

O impacto do giro de estoque em uma empresa

Com o giro de estoque mensal poderemos saber também qual foi o impacto de determinada data ou evento no estoque. Por exemplo, no ano uma loja vende 300 peças, porém somente no dia dos pais é vendido cerca de 150 peças ou seja 50% do estoque é comercializado somente nesta data.

O cálculo para chegar nesse valor foi:

Estoque Médio = 300

Estoque de venda = 150

Assim, o setor de compras pode se organizar para comprar determinado item em menor quantidade e aumentar as compras somente no evento. As vantagens podem ser grandes quanto a economia financeira, espaço nos depósitos e manutenções.

Quando se calcula a rotação de estoque para poucas mercadorias fica bem fácil mas e quando falamos sobre o giro de estoque para grandes atacadistas e centros de distribuições onde o estoque possui muitos itens e diversificados, o melhor cálculo para o giro de estoque para produtos diversificados e com grandes quantidades é calcular pelo valor de compra.

Quando devo me preocupar com o giro de estoque?

Como já comentamos o giro de estoque vai se adequar a necessidade do profissional, podemos dizer que muitos giros é bom e poucos giros ruins . Digamos que em uma loja conforme o levantamento do ano anterior foi feita uma compra de 300 brinquedos para o Natal, após o Natal foi identificado que 70 brinquedos continuaram no estoque, isto pode ser um alerta para o gestor. Algumas causas dessas diferenças de vendas podem ser, produto caro, a procura por determinado produto diminuiu, a crise financeira, até mesmo eventos meteorológicos podem causar quedas nas vendas.

falhas no controle de estoque

Vantagens do giro de estoque rápido

Quanto mais o estoque gira, mais o comerciante ganha dinheiro. No entanto, em algumas ocasiões, é necessário diminuir o valor da venda dos produtos para que o estoque gire mais rapidamente. Além da estratégia significar lucro, como já foi citado, o produto não corre o risco de se tornar obsoleto ou com a validade vencida, e ainda não é preciso ter muito espaço para armazenamento. Em caso de sinistros (roubo ou incêndio), o prejuízo também é menor.

O giro de estoque é uma ferramenta muito boa mas sozinha ela não faz nada, ela vai te fornecer uma diretriz para seguir e você terá que adequar estes números a sua realidade.

Entender a importância do estoque para um negócio é o primeiro passo para uma boa administração. Outro ponto que não pode ser esquecido é o uso da tecnologia para tornar a tarefa mais rápida e fácil para o gestor, que precisa focar em outras áreas do negócio para manter o bom funcionamento dos processos.

E você, já utiliza o giro do estoque como um ótimo indicador de qualidade do seu armazenamento? Se tiver dúvidas e quiser debater mais sobre a temática, deixe seu comentário e entre em contato conosco!

Deixe seu comentário!

Inscreva-se e receba dicas para ter sucesso na gestão do seu negócio

Related Posts