Inteligência em gestão de inventários e gerenciamento de estoque.

Lucro Presumido e Lucro Real: quais são as diferenças?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Lucro presumido

A legislação brasileira oferece maneiras diferentes para calcular e recolher os impostos de uma empresa. Por isso, escolher entre lucro presumido e lucro real é uma das decisões mais importantes que um empresário pode fazer.

Uma opção malfeita pode trazer muita dor de cabeça no futuro, prejudicando as finanças da empresa, comprometendo a viabilidade do negócio, e até podendo causar problemas com o governo.

Uma empresa com faturamento anual maior que R$ 3,6 milhões não pode mais ser enquadrada no regime tributário do Simples Nacional.

Com isso, restam apenas duas opções: lucro presumido e lucro real. Mas qual é o melhor? O que cada um tem a oferecer?

É o que vamos mostrar nesse artigo. Conheça a diferença entre os dois e descubra qual é a melhor alternativa para sua empresa! Confira!

O que é o Lucro Real?

O próprio nome já diz muito. O lucro real é baseado em cima do valor exato que a empresa lucrou ao longo do ano, ou seja, naquilo que ela realmente faturou depois de descontadas despesas.

Por isso, a empresa precisa saber exatamente qual foi o seu lucro, o quanto deve pagar de impostos.

Os tributos serão proporcionais ao desempenho da empresa: se ela for bem, pagará um determinado valor de imposto de renda e de CSLL e terá ajustes (positivos e negativos) de acordo pela legislação fiscal. Por outro lado, se a empresa for mal e tiver prejuízo, não terá que pagar nada.

Vantagens do Lucro Real

  • A tributação é mais justa, por ser calculada em cima de um faturamento real e não sobre uma estimativa;
  • Permite a acumulação de créditos do PIS e COFINS, beneficiando principalmente empresas que trabalham com margens menores;
  • Aumenta a flexibilidade da empresa possuir planejamentos tributários diferentes.

Desvantagens do Lucro Real

  • É mais burocrática e difícil de trabalhar, pois demanda acompanhamento fiscal e contábil constante;
  • Possui alíquotas mais altas de PIS e COFINS.

O que é o Lucro Presumido?

Lucro Presumido é uma forma de tributação mais simplificada. Com ele, o calculo para determinar o imposto a ser pago é feito sobre uma “estimativa” de quanto à empresa está lucrando.

Por não ser o lucro contábil “real” da empresa, mas sim uma mera aproximação, ele é chamado de presumido. A estimativa de quanto uma empresa lucra é tabelada pelo próprio governo e varia de acordo com o ramo de atividade da empresa.

Por não exigir muita contabilidade e ter um cálculo menos complicado e mais direto, o sistema de lucro presumido é mais fácil de trabalhar, simplificando a vida das empresas.

Lucro presumido

Vantagens do Lucro Presumido

  • Muito mais simples e menos burocrático de se trabalhar.
  • A empresa pode lucrar mais do que o valor estimado, pagando assim menos impostos;
  • As alíquotas de PIS e COFINS são menores;
  • Dispensa a empresa de obrigações contábeis adicionais, exigindo apenas o controle por meio de um livro caixa.

Desvantagens do lucro presumido

  • Se a empresa tiver um lucro menor que o valor estimado, terá que pagar mais impostos do que o normal;
  • Não permite o abatimento de nenhum crédito fiscal em sua base de cálculo.

Lucro presumido e lucro real: qual escolher?

Normalmente, quando as margens de lucro da empresa são menores do que as estabelecidas pela Receita Federal, a opção pelo Lucro Real é a mais indicada.

Ao mesmo tempo, o lucro presumido pode ser o melhor para sua empresa se você tiver uma lucratividade superior às alíquotas presumidas. Além isso, ele é mais simples e demanda menos trabalho, e por isso é o mais recomendado para quem não quer se envolver em muita burocracia.

Por isso, no final das contas, descobrir o melhor regime para a sua empresa vai depender de como ela funciona.

Não é uma decisão que deve ser tomada de forma precipitada: antes de decidir entre lucro real e lucro presumido, o empresário precisa estudar bem as duas opções, dê preferência com lápis e calculadora na mão para simular quanto vai pagar em cada alternativa.

Se ainda tiver dúvidas sobre lucro presumido e lucro real, procure um contador especialista no assunto para ter certeza de que está fazendo a escolha certa. Quer saber mais? Não perca tempo: assine nossa newsletter e receba os melhores conteúdos diretamente em seu e-mail!

Deixe seu comentário!

Inscreva-se e receba dicas para ter sucesso na gestão do seu negócio

Related Posts