Inventário de Estoque para Supermercados

/Inventário de Estoque para Supermercados
Inventário de Estoque para Supermercados 2020-03-18T14:22:23+00:00

Inventário e controle de Estoque para Supermercados

Quando o controle de estoque de supermercado é realizado com base em um bom planejamento, considerando as particularidades de cada produto e a demanda da loja, é possível reduzir o desperdício e aumentar a lucratividade, já que a empresa não correrá o risco de ter produtos parados ou em falta no inventário.

O inventário para supermercado pode parecer muito trabalhoso e até mesmo desnecessário. Mas na realidade este processo é muito importante não somente para um bom andamento do estoque mas também para o bem estar de todos os setores da empresa.

Além disso, o processo gera benefícios ao comércio, como a possibilidade de identificar perdas e compras inadequadas  ajustar tarefas para obter mais eficiência e menores custos.

O que é inventário de supermercado?

inventário é um processo realizado periodicamente nas empresas a fim de manter seus estoques – seja de produtos ou insumos – sob controle. Em supermercados, o inventário assume uma importância ainda maior devido à quantidade de itens com que os gestores e colaboradores precisam lidar diariamente.

Quer saber o que é inventário de estoque e por que você deve fazer um em seu supermercado?

Primeiramente, o inventário ajuda você a garantir que sempre haverá produtos na prateleira para o cliente encontrar o que precisa. Isso evita perder uma venda por falta de mercadoria disponível.

Ao realizar um inventário, o supermercado está mais do que contando o que possui. Está, na verdade, elevando o controle dos estoques a um nível mais estratégico, o que facilita o processo de compras, bem como ajuda a reduzir perdas e ruptura e, em uma visão mais holística, evita desperdícios e melhora os resultados financeiros.

O que são inventários e por que eles são tão importantes nos supermercados?

Fazer um inventário de estoque trata-se de classificar todos os produtos disponíveis no supermercado e fazer a contagem deles. Esse processo serve para manter o controle sobre os recursos de mercadoria da empresa e validar os resultados das movimentações de itens.

É através deles que os gestores de estoque, bem como os profissionais de compras e executivos de negócio se guiam para controlar e documentar ações como:

  • Aquisição de mercadoria;
  • Levantamento de perdas e rupturas;
  • Planejamento de vendas e ações promocionais.

O que é inventário físico de estoque?

O Inventário Físico é também conhecido como balanço, o inventário consiste na contagem física dos itens que compõem o estoque, a fim de comparar a quantidade existente no registro do estoque e a quantidade real existente nas prateleiras.

Dicas: A arrumação das gôndolas também costuma fazer com que os novos clientes queiram voltar a comprar no mesmo supermercado. Pensando bem, todo consumidor quer comprar em um lugar onde ele possa encontrar produtos sem dificuldade, sem perder tempo e sem estresse.

O que é estoque de supermercado?

O controle de estoque é a chave para o sucesso de todo varejo, principalmente supermercados, que devido ao alto giro e a grande quantidade de mercadorias em seu MIX precisam sempre se manter atualizado e com um controle dos produtos em estoque e nas gôndolas correto, sem falhas.
Os inventários devem ser realizados com máximo cuidado, pois, caso o processo não seja eficiente todo o resultado da operação de um supermercado pode ficar comprometido.

Faça controles periódicos

Também conhecido como “balanço de mercadorias”, o controle periódico é o conjunto de ações realizadas de tempos em tempos. Em geral, esse controle é feito a cada bimestre, pois ajuda a equipe de gestores a visualizar um panorama amplo sobre a composição do estoque.

Outro aspecto importante sobre os controles periódicos é que, por meio deles, é possível ter mais compreensão a respeito das causas de problemas que ocorrem na seção de armazenamento de mercadorias, como avarias, furos e obsolescência, por exemplo.

Sendo assim, o ideal é realizar esses processos em ciclos, já que desse modo é possível realizar o controle em proporções menores — por categoria de produto, por exemplo — e em subetapas, para chegar a soluções muito mais eficientes e garantir agilidade à reposição de estoque.